Leia isto quando você se sentir despedaçado

Suas mãos estão tremendo, a ansiedade treme por entre os dedos. Seus olhos estão aflitos, até mesmo um pouco aguados. Sua respiração está irregular, acelerando a todo momento.

Você está vomitando argumentos, tentando buscar validação. Suas defesas caíram. Suas mãos estão em desespero.

Apenas pare. Você não precisa fazer isso. Você não precisa se explicar. Não há necessidade de uma confissão demorada. Está tudo bem, seja o que for, o que você fez ou deixou de fazer, está tudo bem.

Leia isto quando você se sentir despedaçado

Não há julgamento aqui.

Aqui, defendemos a empatia. Não apressamos a astúcia. Não nos escondemos na ignorância das percepções tendenciosas.

Nós respeitamos o compromisso objetivo enraizado na fundação da mais alta importância dos relacionamentos – apenas ouvir e de entender com compaixão.

Meus olhos estão aqui para tranquilizá-lo, minhas mãos estão aqui para te confortar e estas palavras estão aqui para lembrá-lo de uma verdade fundamental que você parece ter esquecido.

Não há heróis, nem vilões. Há apenas pessoas, ordinárias e mundanas. Apenas pessoas propensas a intenções que às vezes se manifestam em resultados inesperados. A moralidade é complicada. Aqueles que são rápidos para julgar são meros covardes. Porque, se entendessem que não são diferentes dos que praticam o mal, não seriam capazes de lidar com as suas reflexões malditas. Então, em vez disso, se escondem nas sombras de julgamento e apontam sua moral vagamente definida a outros, criando construções autodestrutivas do que significa ser humano.

A única definição de ser humano é ser sujeito a erros. Está em nossa natureza sermos falíveis.

Entramos nesta terra com uma abundância de incerteza que só pode ser corrigida pelo fracasso e lições que aprendemos. Não se desculpe pelo que fundamentalmente define você, não peça desculpas por ser humano.

E se o mundo ainda parecer solitário, minha porta estará sempre aberta. Não importa o ato, não importa o quão grande foi a sua queda ou o quão perdido você se tornou, eu estou aqui. Eu estou aqui e aceito cada parte ferida sua.

Porque, como você existe, você é digno e é o suficiente.


VIA: Thought Catalog

Compartilhar esta

Deixe sua opinião:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *